A morte de um pedaço do vôlei brasileiro (e um livro que vale muito a pena)

A morte de um pedaço do vôlei brasileiro (e um livro que vale muito a pena)

livro vitória
O último dia 23 de março foi de tristeza para o vôlei brasileiro: morreu Nicolau Radamés Creti. Não, ele não foi dirigente, nem técnico, muito menos jogador. Na verdade, tinha sua importância gigantesca nas palavras, sendo um dos melhores repórteres de vôlei que já trabalharam no Brasil.

Talvez os mais novos ou aqueles que não são ligados ao jornalismo não conheçam o trabalho dele, já que há alguns anos Nicolau havia tomado outros rumos profissionais. Seu legado, porém, ainda está por aí e um de seus pontos altos pode ser encontrado no livro “Vitória”, parceria com Cida Santos que conta a trajetória da seleção masculina de vôlei na conquista do ouro nas Olimpíadas de Barcelona, em 1992.

Mais notícias de vôlei? Melhor do Vôlei!

Marcelinho: o cara do Minas nesta Superliga

Não conheci Nicolau Radamés Creti pessoalmente, o que é uma pena, pois vários colegas em comum não hesitam em dizer que era alguém sensacional. Até por isso, decidi corrigir uma enorme falha minha e ler o livro antes de escrever este post sobre ele. Fiz isso durante o feriado graças a um empréstimo de um amigo e só posso dizer que me arrependi por não ter lido antes.

O livro é delicioso e conta várias passagens muito legais sobre aquele time que foi à Espanha desacreditado e voltou com o ouro. Por exemplo: as superstições dos jogadores e do técnico José Roberto Guimarães que beiravam a neurose e os strip-teases que as jogadoras da CEI (hoje Rússia) costumavam fazer para os brasileiros na janela da Vila Olímpica.

Para mostrar a competência da dupla Radamés/Cida e deixar quem não leu com “água na boca”, reproduzo abaixo um de meus momentos preferidos no livro, que explica como o então novato técnico Zé Roberto conseguiu a grande sacada daquele time: como colocar para jogar ao mesmo tempo Maurício, Marcelo Negrão, Carlão, Paulão, Tande e Giovane, um problema que os técnicos anteriores não conseguiram solucionar.

livro vitoria003 2000

livro vitoria004 ok

Se eu fosse você, começava agora a procurar um jeito de ler este livro

Leia mais sobre o legado de Nicolau Radamés Creti no blog de outro excelente profissional, Marcelo Laguna

This article has 2 comments

  1. Oi Carol

    Muito obrigado pelas palavras e pelo link. Só queria fazer uma pequena correção: o falecimento do Nicolau ocorreu no dia 23, justamente quando ele completaria 50 anos de idade.

    Obrigado e parabéns pelo post

    Abs

  2. Oi, Laguna. Obrigado pela correção! Beijos