Giovane se resigna com eliminação; para Murilo, falta de paciência prejudicou o Sesi.

Giovane se resigna com eliminação; para Murilo, falta de paciência prejudicou o Sesi.
Giovane: grupo de bons atletas, mas que não encaixou (Foto: Divulgação/CBV)

Giovane: grupo de bons atletas, mas que não encaixou nesta Superliga (Foto: Divulgação/CBV)

Conformismo. Este era o clima no time do Sesi após a eliminação nas semifinais da Superliga masculina de vôlei com duas derrotas em sets diretos para o Sada Cruzeiro. A sensação que os membros da equipe passavam era que pouco se pôde fazer para reverter aquele resultado.

Claro, há vários pontos que o time paulista poderia ter melhorado, mas esforço certamente não faltou: o placar extenso da última parcial é a maior prova. Ciente disto, o técnico Giovane Gávio se mostrou bastante resignado com o resultado negativo:

Comandado por Wallace, Sada chega embaladíssimo a mais uma final

Desgastados, Wallace e William querem descanso sem vôlei antes da final

Mais notícias? Melhor do Vôlei!

- Sem dúvida eles jogaram tudo o que podem jogar. A gente tentou fazer o nosso melhor, nos esforçamos, mas infelizmente não deu…

Questionado se o excesso de erros de seus atletas no saque não teria sido decisivo, ele deixou claro que não se arrepende de sua decisão de fazer o time forçar no fundamento, ainda que o resultado tenha ficado distante do esperado:

- (Contra) um time que tem os atacantes que eles têm, se a gente não colocar pressão no saque fica fácil. Foi um risco que nós precisamos correr

O saque, aliás, foi apontado como fator fundamental pelo capitão do Sesi, Murilo, ao falar sobre as viradas obtidas pelos rivais mineiros no segundo e no terceiro set da partida:

- Todas as vezes em que eles estavam na nossa frente, conseguiram buscar pelo força do saque. A gente já sabia disso, mas perdemos um pouco a paciência em jogar a bola, deixar o rali mais longo e eles foram competentes em conseguir decidir. Jogavam toda bola para o Wallace decidir.

O experiente ponteiro ainda lamentou as oportunidades desperdiçadas pela própria equipe:

- No primeiro e segundo set, tivemos muitos erros de passe, de ataque. Até mesmo agora no final do terceiro set tivemos chance para pelo menos ganhar o terceiro set, jogar o quarto e ter chance de virar o jogo, mas não foi assim. A equipe deles está de parabéns.