Quanto sofrimento, Amil!

Quanto sofrimento, Amil!
Vôlei Amil, de Ramirez, vai ter que comemorar menos e trabalhar mais se quiser estar na decisão (Felipe Christ/Vôlei Amil)

Vôlei Amil, de Ramirez, vai ter que comemorar menos e trabalhar mais se quiser estar na decisão (Felipe Christ/Vôlei Amil)

Se há algo que alguém não esperava nesta Superliga era que o Pinheiros fosse incomodar algum dos “grandes” para valer. Mesmo a vitória por 3 sets a 1 sobre o Sollys Osasco ainda na fase de classificação pareceu mais um ponto fora da curva que uma mostra que o time pudesse eliminar alguém nas quartas, dada a instabilidade dos outros resultados do time ao longo da competição.

Pois não é que o Pinheiros por pouco não conseguiu o feito de eliminar o Vôlei Amil, uma equipe com investimentos altíssimos e comandada pelo tricampeão olímpico José Roberto Guimarães? Fosse a equipe um pouco melhor na recepção e poderíamos estar comentando uma zebraça agora.

Mais notícias? Melhor do Vôlei

Porém, o belíssimo trabalho de Wagão, a liderança de Andréia e o talento da jovem Ellen não foram capazes de superar a experiência do Amil, que jogou o tempo todo da série no sufoco. É bem verdade que o time de Campinas tem sofrido muito com contusões nesta temporada, mas ainda assim não deixa de ser decepcionante o rendimento delas neste primeiro mata mata, com jogadas previsíveis de ataque e várias falhas na defesa. Se o time agora pode comemorar o fato de estar entre os quatro melhores do Brasil é porque ganhou essa vaga muito mais na força de vontade que na técnica.

Sesi usa o veneno que provou para chegar embalado à semifinal

O balanço dos jogos das quartas torna ainda maior o favoritismo de Osasco contra o Vôlei Amil na semifinal, mas o fato de ter sido justamente o Zé quem montou a base laranja pode mudar os rumos da semifinal. Independente disto, no entanto, é melhor o time do interior paulista jogar bem mais do que vimos nas últimas partidas caso queira ter alguma chance.

This article has 2 comments

  1. O time do Pinheiros foi muito bem contra o Campinas, que é um time estranho, que só joga nas extremidades. Ataque pelo meio quase que não se vê, e é jogada china o tempo todo com as centrais.
    Não tenho a menor dúvida de que vão perder pro Osasco por 2×0 na série melhor de 3. Não é que eu esteja torcendo por um ou por outro, não. É uma constatação.
    Não dá gosto de ver esse time do Zé jogar.

  2. Ok , certo , mais os encontros na semis foram bem destintos! Minas foi uma vergonha , não conseguiu jogar em nenhum momento, não fez o Osasco fazer nenhum esforço!