Um jogão, um alerta e uma expectativa

Um jogão, um alerta e uma expectativa

Para quem gosta de vôlei, a noite deste domingo (23) foi sensacional. Depois de estar perdendo por 2 sets a 0 em plena Belo Horizonte, o Sada Cruzeiro conseguiu a virada sobre o UPCN, da Argentina, e faturou o título sul-americano de vôlei em um tie-break, que beirou o trágico, já que depois de abrir 12 a 06, os brasileiros permitiram o empate e por pouco não tomaram o troco.

Se por um lado, a vitória no torneio continental dá ainda mais moral para o multicampeão Sada, por outro também serve de alerta. Na Arena Vivo, o ótimo time da UPCN mostrou o que já havíamos visto em diversas partidas da Superliga: o Cruzeiro é excelente, mas está longe de ser imbatível.

Mais notícias de vôlei? Melhor do Vôlei

Quiz: você sabe tudo sobre o recorde de invencibilidade do Osasco na Superliga?

Os poucos erros dos estrangeiros nas duas primeiras etapas fez com que a partida parecesse encaminhada para um improvável 3 a 0, que foi evitado graças ao acerto do saque mineiro, especialmente com Leal, aliada ao despertar de Wallace e à entrada de Isac no jogo.

A chegada do central, aliás, deu ao levantador William a válvula de escape que ele procurava até então e não conseguir pará-lo foi um dos grandes pecados do time do técnico Fabián Armoa. O outro foi não conseguir manter o mesmo nível do saque o tempo inteiro, o que acabou custando o título contra uma equipe capaz de ressuscitar usando uma pequena oportunidade.

Como o Sada já garantiu vaga no próximo Mundial de clubes por sediar mais uma vez, a UPCN acabou ganhando uma vaga na competição, programada para entre 6 e 11 de maio em Batim. É um merecido presente para uma equipe que, mesmo sem contar com um caminhão de euros, tem trilhado uma trajetória muito bacana.

O melhor é saber que este duelo provavelmente irá se repetir na busca pelo posto de melhor equipe do planeta. Já aguardo ansiosamente. 

This article has 4 comments

  1. O Cruzeiro não é imbatível porque pode perder pra ele mesmo. Quando o time não joga tudo o que pode e sabe, o time se torna comum, como os demais. No entanto, quanto o time joga como vimos no quarto set e começo do tie break, sim, o Cruzeiro é imbatível.

  2. Alan, concordo em partes com você: o Cruzeiro é um time muito bom, mas já tomou sufoco em vários momentos desta temporada. Se isso acontecer na hora decisiva, todo o trabalho vai por terra… Abraços!

  3. […] Final do Sul-americano: um jogão, um alerta e uma expectativa […]