Vôlei passa atestado de incompetência na final da Copa Brasil masculina

Vôlei passa atestado de incompetência na final da Copa Brasil masculina

Gostaria de estar escrevendo aqui sobre a final da Copa Brasil masculina, torneio que é uma das boas notícias do vôlei nesta temporada. Porém, isto não será possível, já que simplesmente não posso acompanhar a partida porque moro em São Paulo.

Para quem não está por dentro: pela programação original da TV Globo, o horário das 10 horas da manhã deste sábado (25 de janeiro) era destinado ao duelo em Maringá, entre Sada Cruzeiro e Sesi. Acontece que hoje também é a final da Copa São Paulo de futebol júnior, um torneio tradicionalíssimo de categorias de base, com Corinthians e Santos disputando a taça. Por serem duas grandes torcidas do país, vale a audiência, e os executivos da emissora acharam que a bola nos pés daria mais retorno entre os paulistas.

Mais notícias de vôlei? Melhor do Vôlei

Ao tentar acertar no Mundial, FIVB aumenta prejuízos do esporte

Finais da Superliga estão separadas por duas semanas; Ibirapuera não deve ser usado no feminino

Não vou aqui culpar primariamente o futebol e nem a Globo. Pode ser cruel, mas o mundo dos negócios é assim: ganha quem consegue trazer mais resultados. Em um país que só abandona a monocultura esportiva a cada quatro anos, nas Olimpíadas, o futebol tende a vencer a briga quase sempre. A grande questão, para mim, é como o vôlei se permite tamanha humilhação.

Você está culpando a vítima agora, Carol? Sim, mas não acho que o vôlei seja vítima. Isto porque é inadmissível que aquele que é considerado o segundo esporte do Brasil faça acordos de transmissão tão absurdos. Como não foi pensado um plano B, como a obrigação, no papel, de transmissão em outro dia e horário? Para quem não sabe, há 24154 anos a Globo transmite a final da Copinha quando um grande paulista chega à final, o que ocorre com frequência considerável. Ou seja: não era algo imprevisível.

Pior: nem sequer no SporTV o vôlei conseguiu colocar a partida, apesar de haver três canais. Por incrível que pareça, a emissora de TV a cabo optou por final da Copinha (de novo), Copa do Mundo de esqui alpino (!!!!) e o combo reprise do Zona de Impacto + Copa do mundo de bobsled (!!!!). O futebol pode até ser maior que o vôlei, mas os esportes de inverno também são?

Desculpem o trocadilho ruim, mas tudo isso é uma pá de gelo em cima das ambições de se fazer um vôlei melhor.

This article has 2 comments

  1. CRUZEIRO CAMPEÃOOOOOOOOOOOOOOO

  2. Mais incrivel ainda é a blogueira nem ter mencionado a final da copa brasil feminina. Será que foi pq Osasco foi campeão? Ou será que foi pq o grande poderoso RJ nem chegou a final? Blogueira, por favor né! Desfarça mais!