Voleibol no Afeganistão

Voleibol no Afeganistão

A bola é de futebol. A combinação pelo meio ficou torta. O saque saiu pela linha lateral da própria quadra. Condução é permitida. Nem todos sabem do veto dos dois toques. Mas e daí?

Notícias do vôlei? Melhor do Vôlei

SL feminina: enquete do Saída aponta três jogadoras do Rexona-Ades para seleção do primeiro turno

Um mês e meio depois de um atentado que matou 57 pessoas numa partida no interior do Afeganistão, o vôlei dos meninos em Cabul, com rede, marcação na terra e três de cada lado, é comovente.

Não há crédito sobre quem o gravou nem quando. E isso pode ficar em segundo plano: o vídeo no site italiano iVolleyMagazine é uma preciosidade, seja porque o vôlei, o esporte e a infância naquela parcela de mundo sejam precários, seja porque, num país arrasado por guerras e desgovernos ininterruptos há décadas, tudo seja mesmo sem muitas regras, mas tente, de alguma maneira, erguer-se.